Notícias

25 de abril de 2018 às 10:42:24

Comunidade Católica divulga Nota de Repúdio contra o veto do PL 74/2017


Comunidade Católica divulga Nota de Repúdio contra o veto do PL 74/2017

A comunidade católica de Estância veem a público, nas pessoas de seus pastores, manifestar veemente seu REPÚDIO PELO VETO ao Projeto de Lei 74/2017, proferido pelo prefeito municipal, Gilson Andrade de Oliveira.

O referido projeto, vetado pelo prefeito, tem o objetivo de proibir a inserção na grade curricular das escolas municipais de “ atividades pedagógicas que visem à reprodução do conceito de ideologia de gênero ”.

A dita ideologia afirma não haver diferenças naturais entre homens e mulheres, enxergando o sexo biológico como dado transitório e maleável que pode ser transformado pela escolha de um gênero arbitrário, considerando, consequentemente, a família natural como estereótipo cultural.

É notório que o referido projeto mantém-se em consonância com os planos nacional, estadual e municipal de educação – que baniram, depois de longa discussão em todo o Brasil, menções a questões de gêneros. O mesmo ocorreu na elaboração da Base Nacional Comum Curricular, no final de 2017.

A ideologia de gênero é dita como uma “ ideologia ” justamente por não contar com nenhuma base cientifica empírica para seus postulados. Eminentes autoridades médicas, a exemplo do Conselho Regional de Medicina de SP e Associação Americana de Pediatras, também têm se posicionado contra a ideologia de gênero.

Para além disso tudo, a ideologia de gênero fere a crença da maior parte dos brasileiros, que são cristãos. Lembramos aqui que o Estado é laico, porém não é laicista nem ateu. O Estado não é fonte de si mesmo. Necessita de religião, da ciência e das reflexões filosóficas para embasar a construção e aplicação de suas leis. A maior parte da população brasileira é religiosa e, como tal, nada mais natural, numa democracia, que isto tenha reflexos nas decisões políticas do país.

Assim, como pastores do povo de deus, temos o dever moral, religioso e político de nos opormos a toda e qualquer ideologia, medida administrativa ou ação política que possa ferir a dignidade da pessoa humana, sobretudo a dos “ Humildes e Pequenos ”, como é o caso das nossas crianças e adolescentes em processo de formação.

Pedimos a Deus que ilumine a consciência de nossos representantes e de todo o povo brasileiro para buscarmos juntos construirmos uma sociedade baseada no amor, na tolerância, na justiça e na verdade.

ASSINAM:

Pe. Humberto da Silva – Paróquia Nossa Senhora de Guadalupe.

Pe. Iuri Ribeiro dos Santos – Paróquia Senhor do Bonfim.

Pe. Carlos Alberto Assunção de Jesus – Paróquia São Francisco de Assis.

Pe. Genival dos Santos – Paróquia da Natividade do Senhor.  


Colunistas