Notícias

7 de novembro de 2018 às 14:03:13

Estância: Vereador Tito Magno cobra revitalização de Passarela do Piauitinga


Estância: Vereador Tito Magno cobra revitalização de Passarela do Piauitinga

Inaugurada há cerca de quatro anos pelo Governo do Estado, a Passarela "Salvelina Cassiano", que interliga os Tito Magno, líder do PSB na Câmara conjuntos Piauitinga e Camaçari, zona oeste, está necessitando de reparos urgentes, cobra o vereador Tito Magno, líder da bancada de oposição na câmara.  A passarela é de uso exclusivo de pedestres. Tem sido utilizada, também, por ciclistas,  motociclistas e até  automóveis e carroças, o que preocupa os moradores dos dois conjuntos.

No pequeno expediente da sessão da Câmara Municipal de Estância, na tarde de terça-feira, 06,  Tito Magno (PSB) pediu a Secretaria de Serviços Urbanos que verifique in loco a situação da citada ponte que está com tábuas podres, algumas soltas, outras nem existem mais, explica.

Construída pelo Governo do Estado na gestão do saudoso governador Marcelo Deda, inaugurada pelo então vice-governador Jackson Barreto, a passarela é o elo entre as duas comunidades que se situam entre as indústrias da cidade e há anos muito utilizada pelos operários e moradores.

" É uma coisa de simples solução, no entanto, perigosa se não tomadas às devidas providencias.  Da forma em que se encontra pode causar acidentes graves ou até mortes como já causou acidente com morte no passado quando da antiga passarela. É uma situação que exige o compromisso do gestor municipal. A gente vai continuar aqui a fazer essas cobranças ", afirmou.

Em sua oratória Tito Magno ainda reforçou o pedido de reabertura das creches do Residencial Recanto Verde e da Rua Frei Damião, no Bairro Cidade Nova, concluídas na gestão do ex-prefeito Carlos Magno, seu pai.

" Até agora nada, as creches continuam fechadas, os vândalos tomando conta, furtando, enfim. Nesses dois anos foram arrecadados cerca de R$ 360 milhões é preciso que se tenha a sensibilidade social para colocar essas creches em funcionalidade ", finalizou.

Por: Genilson Máximo


Colunistas