Notícias

3 de janeiro de 2019 às 21:51:34

Artigo: Alimentação Saudável e a Importância do Nutricionista


Artigo: Alimentação Saudável e a Importância do Nutricionista
Inicialmente, precisamos definir o termo “alimentação saudável” que consiste na ingestão de alimentos naturais em nossas refeições diárias, sendo fundamental, para o corpo, a absorção de açúcares, carnes, ovos, hortaliças, frutas, legumes, leite, óleos, massas, raízes e tubérculos.

Inclusive não há uma quantidade específica para ingerir esses tipos de alimentos, uma vez que varia de organismo para organismo, pois é levado em consideração a altura, a idade, o peso e a saúde de cada indivíduo, sem esquecer das atividades físicas praticadas pelo mesmo.

Por essa razão, faz-se imprescindível a consulta com o nutricionista, o qual deve guiar o paciente em obter uma melhor qualidade de vida e ajudar o corpo a funcionar adequadamente, respondendo a todas as funções, ademais de ser uma das melhores formas de prevenção para qualquer doença.

Também, com uma alimentação saudável e boa orientação nutricional, podemos, por exemplo, manter a pressão arterial equilibrada e precaver diversos problemas de saúde, como o infarto e o derrame, os quais são muito comuns nos dias atuais.
Talvez, você já esteja cansado de ouvir a frase "você é o que come", porém a mais pura verdade está nessas poucas palavras, até mesmo o estresse, a ansiedade e o humor se alteram a depender de sua ingestão alimentar.
Então vale ressaltar que os hábitos alimentares passaram por grandes transformações nas últimas décadas e, hoje, o maior desafio da nutrição é melhorar a qualidade de vida, ademais de reduzir os altos índices de doenças provocadas por uma má alimentação. Logo o nutricionista, profissional especializado da área de saúde, é o aliado indispensável para a mudança de hábitos alimentares.

Infelizmente, a população em geral preocupa-se mais com a estética do que com a saúde, ocasionando os maiores índices de desequilíbrio alimentar. Entenda: não adianta termos o corpo imposto pela mídia, o “padrão de beleza”, se nossa alimentação não atende a real necessidade do corpo.


Por: Maria Borges
Nutricionista / CRN - 11020


Colunistas