Notícias

11 de abril de 2019 às 22:21:08

Estância sediou a 9ª Conferência Municipal da Saúde de Estância

Evento aconteceu no Campus UNIT.


Estância sediou a 9ª Conferência Municipal da Saúde de Estância
Com o tema " Democracia e Saúde: Saúde como Direito e Consolidação e Financiamento do SUS ", foi realizada nesta quarta-feira, 10, no auditório da Universidade Tiradentes (Campus Estância), a 9ª Conferência Municipal da Saúde, cujo objetivo foi avaliar a situação da saúde da população estanciana, assim como a estrutura das Redes de Serviços e de Atenção à Saúde, os trabalhos da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), e também formular diretrizes para subsidiar a elaboração do Plano Municipal de Saúde. Ao ver o auditório lotado, a presidente do Conselho Municipal da Saúde, Maria José Leão Santos, enfatizou que a participação da população é de suma importância para o evento, e que durante as pré-conferências foram elaboradas ótimas propostas para construção do plano municipal de saúde.

Na abertura do evento, sob a regência do professor Renisson Cruz, foi apresentado o Coral Vozes da Experiência, que é formado por idosos do Centro de Convivência e Fortalecimento de Vínculos Olga Benário e Maria Vilaça. Em seguida, representando o prefeito Gilson Andrade, o secretário municipal do Governo, Romualdo Vieira, deu boas-vindas aos presentes levando a mensagem do gestor municipal. Ele enfatizou que a conferência consiste num momento importante para a participação social da comunidade na gestão da saúde.

A secretária adjunta da SMS, Leide Catuninho, expressou que a 9ª Conferência Municipal da Saúde faz parte da política da saúde no município, e, portanto, é o ápice das discussões acerca do planejamento de saúde realizado pela pasta. Ela informou que entre os meses de fevereiro e março deste ano foram realizadas quatro etapas anteriores ao evento de hoje, que foram as pré-conferências, onde a população foi ouvida, oportunizando-a expor suas propostas, demandas e necessidades. " Aqui serão eleitas 12 propostas que deverão ser levadas para a 7ª Conferência Estadual de Saúde de Sergipe que acontece no mês de junho, em Aracaju. A nossa perspectiva é que consigamos propostas importantes para o desenvolvimento e implementação da política do SUS, e também elejamos nossos delegados para a conferência estadual. Hoje também acontece a eleição das entidades representativas para o Conselho Municipal da Saúde ", informou. Na oportunidade, o secretário municipal da Saúde, Jorgivaldo Ramos, também esteve presente. Ele fez o uso da palavra salientando a importância das políticas públicas de saúde.

A coordenadora estadual das Redes de Saúde da Secretaria de Estado da Saúde, Maria do Socorro Xavier, palestrante da conferência, disse que a Palestra Magna trata sobre a questão da democracia e da saúde expondo quando esse tipo de discussão iniciou, que foi na 8ª Conferência Nacional de Saúde, realizada em 1986, sendo o primeiro evento de participação social na saúde em âmbito nacional e aberto à sociedade. " Aí vem esse resgate da democracia e da saúde com a ideia de 8 + 8, que totaliza o número 16, em alusão à 16ª conferência nacional que acontece neste ano. Aqui vamos abordar eixos temáticos muito fortes que trazem a saúde como direito, como a consolidação dos princípios sejam eles doutrinários ou organizativos, bem como o financiamento adequado para o SUS, os avanços que tivemos e também os vários desafios que temos a caminhar ", disse.

O assessor de Planejamento da SMS, Edilan Souza Santos frisou que a ideia principal do evento é ouvir a comunidade numa discussão de propostas, interação e de participação popular acerca dos eixos abordados, a exemplo dos princípios do SUS que são norteados pela universalidade, integralidade e equidade.
" As pessoas precisam conhecer um espaço importante de representação da saúde que são os Conselhos Municipais de Saúde, que são uma forma legítima de representação da população ", avaliou Marília Gabriela Santos Silva, representante do Rotary Club de Estância. O usuário do SUS, Luiz Carlos Cardoso, também fez questão de participar da conferência. " É a primeira vez que participo de uma conferência de saúde porque aqui quero saber mais sobre os nossos direitos e tirar dúvidas referentes à saúde ", disse.

" Essa conferência representa um espaço onde os trabalhadores, usuários e a gestão vão debater assuntos referentes ao Sistema Único de Saúde regido pela Secretaria Municipal da Saúdes, para que em conjunto, sejam articuladas estratégias para melhoria do atendimento à população ", considerou o médico da Estratégia de Saúde da Família da rede municipal, Rômulo Rodrigues de Souza Silva.

Estavam presentes na 9ª Conferência Municipal da Saúde de Estância o vereador Sandro Barreto Gomes (PRB), usuários do Sistema Único de Saúde, trabalhadores da saúde, assim como integrantes de associações, sindicatos, organizações não governamentais, instituições públicas e privadas, prestadores de serviços de saúde, gestores e estudante do curso de Enfermagem da Universidade Tiradentes.


SECOM

Colunistas