Notícias

20 de agosto de 2019 às 22:48:27

SINDSEME faz escracho e denuncia falta de palavra de Gilson Andrade


SINDSEME faz escracho e denuncia falta de palavra de Gilson Andrade
O Sindicato dos Servidores Públicos de Estância e Arauá (Sindseme) mobilizou os trabalhadores do município de Estância para um escracho contra o prefeito Gilson Andrade ocorrido na última quinta-feira, 14, em frente à Prefeitura Municipal. O ato denunciou a enganação promovida pelo prefeito ao não enviar o projeto de mudança do regime celetista para estatutário dos servidores da Saúde e do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE).

"Eu quero falar um pouco de quem mente, mas não é do Pinóquio da literatura infantil, mas sim do prefeito Gilson, que tem enganado os trabalhadores e o Sindseme quando assume um compromisso e não o cumpre. O sindicato vem denunciando essa enganação e essa postergação do sofrimento e da insegurança jurídica dos mais de 300 servidores do quadro da saúde", exclamou o presidente do Sindseme, Carlito Lemos, que ressaltou a possibilidade de se construir uma grande paralisação das categorias da saúde com o intuito de alertar o gestor da necessidade de cumprimento do acordo.

"Se encaminha a uma paralisação de todas as equipes do PSF e da Atenção Básica. O prefeito precisa entender que não dá para estabelecer essa relação de medição de forças com o sindicato. É muito feio, Gilson, quando se assume um compromisso e não o cumpre! É dessa forma que você pretende terminar o seu mandato, humilhando os trabalhadores?", pontuou o presidente.

Ao final do manifesto, uma comissão formada pelos trabalhadores foi recebida pelos vereadores Tito Magno (PSB) e Artur Nascimento (PT), que apresentaram um requerimento de convocação da secretária de administração Tereza Costa para prestar explicações aos servidores. Porém, em negociação com o presidente da Câmara, vereador André Graça (PSL), e o líder do prefeito, vereador Misael Dantas (PSC), ficou definido um compromisso da bancada governista para que o requerimento fosse retirado de pauta momentaneamente a fim de que estes intermediassem um diálogo com o gestor municipal no início desta semana.

Para a vice-presidente do Sindseme Simone Rocha, a falta de compromisso do prefeito vai de encontro ao anúncio de política de valorização anunciado pelo marketing da gestão. "Estamos aqui mostrado o quanto esse prefeito tem sido carrasco com as categorias, com esses trabalhadores que hoje esperam pelo sonho de serem estatutários. Você não disse que nos valoriza, Gilson Andrade? Cadê essa valorização?", questionou Simone.


Ascom Sindseme

Colunistas