Notícias

22 de setembro de 2018 às 06:43:56

Diretoria de estudantes universitários é acusada de não respeitar seus filiados

Presidente da entidade nega qualquer tipo de ação ditatorial.


Diretoria de estudantes universitários é acusada de não respeitar seus filiados

Na noite da última sexta-feira, 21 de setembro, um grupo de jovens associados da Associação Estanciana de Estudantes de Entidades Particulares - AEEEP entrou em contato com a nossa equipe de jornalismo, para relatar o ocorrido na última quinta-feira, mais especificamente no ônibus que transporta os jovens no turno da noite para a Universidade Tiradentes, Campus Farolândia, apelidado pelos jovens “Unit 03”. 


Pedindo para não serem identificados, os jovens relataram que atualmente a mensalidade da associação está por volta de R$260 e com desconto referente a ajuda financeira da Prefeitura o valor final passar a ser R$160,00 , porém para muitos esse valor faz falta no orçamento pessoal, a atual diretoria da associação mantém no referido ônibus duas lideres/coordenadoras com 50% de desconto na mensalidade de forma irregular, tendo em vista que o resto dos 50% do custo de cada uma delas é repartido para os demais associados, que no final pesa para o bolso dos associados.

 

Diante desses fatos, foi realizada uma eleição de forma democrática no ônibus, na qual teve com candidata à coordenação as senhoritas Rayana e Juliana, havendo três abstenções, o resultado ficou da seguinte forma: trinta e nove votos a favor de Rayana contra um voto a favor de Juliana, consagrando assim vitoriosa a candidata Rayana. 


Após o ocorrido, a candidata derrotada não aceitando o resultado, entrou em contato com a diretoria da associação, para que a mesma anulasse a eleição e assim foi feito, na manhã desta sexta-feira a diretoria emitiu um comunicado de não reconhecimento do resultado da eleição, desconsiderando deste modo o desejo dos associados daquele referido carro e ordenou que a derrotada voltasse ser a coordenadora imediatamente, sendo assim restaurando o regime de “DITADURA NA AEEEP”, na qual o desejo dos associados não são levados em conta em uma associação.



Em uma pesquisa rápida no google sobre o significado da palavra Associação, Ditadura e Ditador, encontramos que Associação é grupo de pessoas ou empresas que sob um Estatuto Social se aderem com propósitos definidos de ajuda mútua e para defesa de interesse; Ditadura é um regime governamental onde todos os poderes do Estado estão concentrados em um indivíduo, um grupo ou um partido e Ditador não admite oposição a seus atos e ideias.


Com base nesses significados e a semelhança da DITADURA com situação atual a qual AEEEP vive, os associados indignados em ter seus direitos negado de escolher de forma democrática o coordenador/líder do seu ônibus, realizaram durante o dia todo um protesto em um grupo de WhatsApp intitulado de “Unit City 03” com as seguintes frases: " #EleicaoDeQuintaEvalidaSIM; #MinhaVozPrecisaSerOuvida; #NaoAditadura; #VivaAdemocracia; #Associado ".



Procurado pela reportagem, o presidente da AEEEP, Eduardo Araújo, afirmou que à eleição não foi validada pelo fato de não existir necessidade e, além deste motivo, a AEEEP não foi informada que a mesma aconteceria. Sobre as estudantes universitárias Rayana e Juliana, o presidente da entidade explicou que o que de fato existe entre as duas são problemas pessoais que terminam atrapalhando o bom andamento da entidade.


Quando questionado sobre a forma de escolha dos coordenadores dos ônibus, Eduardo Araújo informou a reportagem que os próprios estudantes são quem decidem o coordenador de cada veículo por meio de uma assembleia. Eduardo também nega qualquer tipo de atitude ditatorial que venha a desrespeitar o direito de cada universitário.



Redação Factual 1




Colunistas