Notícias

3 de setembro de 2019 às 16:29:31

O lado sombrio dos Smartphones para seu filho

Pare o celular!


O lado sombrio dos Smartphones para seu filho

Não é surpresa para todos que a o smartphone inunda o tempo de nossos filhos com diversas interações: jogos, redes sociais, fotos e outras. Uma inundação tão consistente que para a maioria dos pais é algo que não se deve se importar, basta só que ele tire notas altas na escola (quando eles conseguem).


Cada vez mais nossos filhos passam mais tempo de frente de uma tela de smartphone. Não é difícil encontrar crianças e adolescentes que passam mais de 3 horas por dia jogando, trocando mensagens no celular, enviando e recebendo fotos. Alguns, chegam a ficar mais de 30 horas por semana e até dormem com o celular debaixo do travesseiro. Certo, mais quais os problemas que isso pode ou já esta causando a meu filho?

Levantamento feito pela MtF (Monitoring the future) nos Estados Unido no período de 2013-2015 e citada pela psicologa Twenge em seu livro sobre a geração iGen(nascidos  a partir de 1995) deixa claro que os adolescentes que passam mais tempo em atividades com smartphones (telas) têm mais propensão a ser infelizes, e os que passam mais tempo em atividades sem smartphones têm mais propensão a ser felizes.


Guie seu filho para ter responsabilidade e foco.

 

Estatística chave da pesquisa

Alunos do 8º ano do ensino secundário que passam no mínimo dez horas por semana em redes sociais tem 56% mais propensão a ser infelizes do que aqueles que não o fazem. Evidentemente, 10 horas por semana é demais. O aposto é verdadeiro em relação a interações sociais ao vivo: quem passa mais tempo pessoalmente com os amigos tem 20% menos propensão de ser infeliz (Twenge)

As consequências do uso excessivo dos smartphones

A pesquisa Mtf clarifica o que todos os pais já sabem. Celular, jogos, redes sociais em excesso não resulta em pessoas saudáveis.  Essa infelicidade é espelhada para o mundo das seguintes maneiras e você já deve ter observado isso em seu filho:

Isolamento

Frustração (se frustam com facilidade)

Retraídas (medo de tentar algo novo)

Agressividade

Procrastinação (empurrando com a barriga)


A neurociência confirma o lado sombrio.


Todas as nossas experiências são registradas em nossas mentes por milhares de neurônios. Somos resultados de conexões neurais e essas conexões são fortalecidas por meio de experiências. Quando seu filho passa mais de 10 horas por semana no celular,  ele esta deixando de criar conexões saudáveis, novas experiências sociais. A única experiência que esta aprendendo é se isolar das pessoas, não ter inteligência emocional.

A idade é importante?

A idade importa e importa muito. As crianças estão mais abertas a mudanças do que os adolescentes. A medida que os seres humanos crescem mais conexões são criadas e esse conjunto de conexão é que forma a personalidade. Péssimas conexões, teremos péssimos filhos. Um criança, que já fica mais de 10 horas por semana no celular irá ter péssimas conexões. Frutos e jogos que piorar seus comportamentos, sem falar na péssimas experiências do uso das redes sociais.

Eles são imaturos?

Durante um episódio do progama de Youtube “Pão de Doce”, perguntamos as crianças e adolescentes se eles tinham maturidade em usar o celular, em saber controlar o tempo de uso. A resposta foi unânime, todos eles concordam que não têm maturidade. Simplesmente, não conseguem se controlar. Precisam para isso, precisam para aquilo.

Se as crianças tem consciência que são imaturos e por que os pais insistem em presentear crianças e adolescente com smartphones e sem nenhuma gestão de tempo?  A resposta a essa pergunta, é que os pais em sua maioria passam o dia inteiro fora de casa e quando chegam a noite também são também pego pelo vício do celular (hipótese)


E como resolver isso?

Como a neurociência já explica nossos filhos precisam de experiencia em grupos. Experiências, essas que você não vai encontrar nas escolas tradicionais em que o único foco é a nota, tirou 0 é ruim tirou 10 é bom. Você vai encontrar na internet experiências maravilhosas com alunos que não tiraram notas boas nas escolas, mas que viraram talentos, referências nacionais e até mundiais em conhecimento. Rotular filhos com notas é na verdade criar experiências frustrantes que acarretam em filhos tímidos, egoístas, frustrados, deprimidos.


Dicas extras

Se você quiser começar a ajudar seu filho em ter novas experiências saudáveis baixe o guia roda da vida ou o guia com as 5 evidências que o celular deixa seu filho deprimido. Esse conjunto de informações irá te ajudar a criar estratégias futuras para potencializar um filho de sucesso, talento.

Guia Roda da vida para seu filho (profissão ou responsabilidade)
5 evidências que o celular deixa seu filho deprimido

Colunistas